exoue
MENU
Imagem da área

O uso estratégico da contabilidade como linguagem de negócios

SOBRE

CARGA HORÁRIA: 84 horas-aula

PERÍODO: 13 de setembro a 29 de novembro/2018

DIAS DA SEMANA: Terças e Quintas

HORÁRIO: 19h10 - 22h45

INVESTIMENTO TOTAL:
Público externo: 6 parcelas de R$390,00
Aluno, Ex-Aluno Formado, Funcionário e Professor: 6 parcelas de R$351,00

FORMA DE PAGAMENTO:
Cartão de Crédito - Visa ou Mastercard (com cartão de crédito a matrícula pode ser realizada pela internet)
Cheque pré-datado – matrículas somente presencial
Boleto à vista – enviar e-mail para cursos.sp@faap.br  

CAMPUS: São Paulo – Sede

OBJETIVO: 
O curso visa potencializar o papel da contabilidade, incluindo o contador como agente na divulgação e auxílio na interpretação de informações e tendências relacionadas com a empresa e seu mercado atuante.

A QUEM SE DESTINA:
Proprietários de empresa, gestores em geral, empreendedores, investidores ( inclusive de startups), advogados, engenheiros, profissionais da saúde, tecnologia da informação, jornalistas entre  outros profissionais que tenham interesse em conhecer a “Contabilidade como Linguagem de Negócios”.

METODOLOGIA:
- Aulas dialógicas com a aplicação de metodologias ativas e utilização de software, com abordagem lúdica. (edutainment)
- Educação por análise de Cases.
- Simulações e oficinas.

PROGRAMA

1º Módulo: O Processo contábil básico (O que o Contador faz)
- Do Renascimento ao blockchain e AI – História da Contabilidade
- Partidas dobradas
- Os livros contábeis (relação com a ideia de Blockchain)
- O Balanço Patrimonial
- Contabilidade por Caixa e Contabilidade por Competência (Accrual)
- A Demonstração de Resultado do Exercício
- Contabilidade Dinâmica (Missão Comercial x Fechamentos
periódicos)
- Conceito econômico, administrativo, contábil e filosófico de LUCRO.
- Princípios de Contabilidade
- Escolas contábeis e diferenças entre as escolas europeia, americana,
árabe, Latino-americana e brasileira – USGAAP x BRGAAP x IFRS x
Finanças Islâmicas.
- Escola Internacional e Normas Internacionais de Contabilidade –
IFRS
- Intangíveis, Valor Justo (Fair Value), Ativos Biológicos, Instrumentos
Financeiros (caso do Bitcoin)
-Regimes Tributários: Simples Nacional, Lucro Presumido, Lucro Real
e  Arbitrário
-Tributos sobre o faturamento
- Contabilidade Gerencial x Financeira x Societária, x Tributária e
outras aplicações.
- Controles Internos, Auditoria
- SIG e SIC = Sistemas de Informações Gerenciais e Contábeis.
- Relacionamento do Contador com o Profissional de TI
- Relacionamento do Contador com o Estado.
- Oficina de Elaboração de Balanço e DRE, apuração dos tributos
sobrre o faturamento  e sobre o  Lucro

OBJETIVO: Apresentar de uma forma geral o desenvolvimento do trabalho de um Contador e sua importância no processo decisório para toda organização empresarial.

2º Módulo: As Demonstrações Financeiras (O que o Contador diz)
- Os usuários “Internos ou Externos”
- O Kit de “Demonstrações Financeiras”
- Linguagem XBRL
- Características qualitativas das Demonstrações Financeiras
- Notas Explicativas
- Diferenças entre as Demonstrações Financeiras, Balanço Social,
Balanço Ecológico, Relatórios Anuais.
- Contabilidade Multipropósito x Relatórios AD HOC (Para fins
especiais)
-  Relato Integrado
-  Análise das Demonstrações Financeiras (Análise de Balanços)
- Oficina de Análise de Balanços (Teste Cego, dando vida a
números frios)

OBJETIVO: Apresentar as demonstrações financeiras e como as mesas devem ser lidas e ou interpretadas para que os mais diversos usuários das mesmas possam tomar as respectivas decisões.

3º Módulo: O Contador como Fonte (O que perguntar a um Contador)
- Ética na Contabilidade x Ética dos Profissionais de Comunicação e
Artes
- Costumes Comerciais
- Legislação, Sigilo, Agências Reguladoras, CVM, Lei das Sociedades
Anônimas
- Relacionamento com Usuários Internos da Empresa
- Temporada de Balanços
- Relacionamento com Investidores
- Assimetria das Informações
- Novidades, Avaliações, Decisões, Planejamentos, Fatos relevantes
- Contato pessoal com o Contador/Controller.
- Relacionamento, Intermediação do Relações  públicas ou do
Relações cm Investidores, Open days com os Contadores,
Conferências de Imprensa  (O que perguntar?).
- Outras informações saudáveis que o Contador pode Revelar
- O Contador como Porta-Voz de um grupo de MPME´s 
(Contador Especializado em determinado ramo de negócios)
- MEIS, Pequenas Empresas, Médias, OSCIPS, ONGS
-  Oficina de Entrevistas com Contadores/Controllers –
(Tirando leite de Pedra)

OBJETIVO: Evidenciar a ética nos negócios e também buscar junto ao Contador as mais diversas informações, para melhor compreender o envolvimento das empresas numa economia globalizada.

4º Módulo: Behavioral Accounting – Contabilidade Comportamental
(O que desconfiar)
- A pior informação: a que não existe.
- Teorias Comportamentais: Teoria da Firma, Teoria Institucional,
Teoria da Teoria da Inovação de Rogers, Teoria da Autoeficácia de
Bandura, Teoria do Escândalo.
- Situações Normais x Situações de Crise
- A armadilha das análises prontas e press releases que douram a
pílula
- Minimalismo
- Greenwashing e Socialwashing
- Prevenção a desonestidade, corrupção, terrorismo.
- Contabilidade por Fundos – ONGS, OSCIPs e outras entidades.
- Diferenças entre Auditoria Interna, Auditoria Independente Externa,
Investigação  policial, Perícia  Contábil.
- Projetos, Consórcios, Ecossistemas de relacionamento.
- Movimentos de Mercado,  Intenções, Insights. Tendências,
necessidades que o próprio cliente não sabe que tem.
- Oficina de interpretação de Casos – (Afinal... O que está
acontecendo?)    

OBJETIVO: Compreender a importância da Contabilidade e sua integração com a teorias relacionadas ao comportamento dos negócios, tendo a prevenção como escudo.

DOCENTES

Divane Alves da Silva
Mestre em contabilidade e doutoranda em epistemologia e história da ciência. É especialista em formação de professores em EAD e professora da FAAP nas disciplinas de contabilidade